Como garantir a segurança dos dados durante a migração para Cloud

Precisamos falar sobre segurança da informação! Está ai um tema muito delicado, ainda mais quando assistimos novas modalidade de ataques, como o Ransomware (malware que cobram pelo resgate dos dados) que tem causado muitos problemas no mundo todo.

Pensando em sua jornada para a nuvem, como garantir a segurança dos dados durante a migração? Se analisarmos bem, os provedores de nuvem, independente do modelo de nuvem escolhido, podem se dedicar muito às questões de segurança, talvez até mais do que as empresas dos seus clientes se dedicariam.

Porém, é importante ter um plano de contingencia durante a jornada. Esclarecer quem é responsável pela segurança em cada passo da migração, de acordo com o modelo de nuvem que a sua empresa vai trabalhar, além de pensar em backups, o que pode parecer óbvio, mas algumas empresas esquecem.

Algumas etapas importantes

Envolva sempre o seu time de segurança da informação no processo de migração. Além de identificarem junto ao fornecedor as peculiaridades que os ambientes em cloud apresentam, eles poderão assegurar que a sua jornada não enfrente algum problema premeditado, por trazerem à tona cuidados que podem passar despercebidos em seu planejamento e também conhecer com detalhes toda a política de segurança de sua empresa.

Faça uma lista indicando os dados críticos que precisam de mais proteção, suas informações sensíveis devem estar guardadas a sete chaves, por isso cuidados com a segurança desses dados devem ser redobrados.

Está pensando em migrar aplicações? Embora a maioria das aplicações atualmente sejam construídas pensando em serem executadas na nuvem, é preciso ter certeza da sua compatibilidade.

Para garantir que elas irão funcionar com segurança, você poderá testar o funcionamento de cada aplicação por vez, assim você poderá sentir se o ambiente vai precisar ser otimizado para rodar com mais eficiência.

Não esqueça de testar

Equipes de TI estão mais do que acostumadas a executar testes em ambientes de homologação. Ao migrar para a nuvem é possível definir também um período para realizar esses testes, antes mesmo de desativar de vez os seus ambientes locais.

Essa é uma etapa fundamental para corrigir possíveis falhas ou brechas na segurança (se existirem), além de garantir a compatibilidade da nuvem com as soluções que a sua empresa precisa rodar.

Após garantir que todos os testes de segurança estão de acordo com o que a equipe espera, teste com alguns usuários e verifique se a experiência deu certo. Então, é a hora de autorizar os acessos devidos ao restante do time que utilizará a nuvem.

Segurança garante sucesso na migração

A jornada para a nuvem oferece muitas vantagens para os seus negócios, porém iniciar o processo pode mesmo gerar algumas dúvidas e inseguranças. Garantir a segurança dos dados é um dos passos importantes que devem ser respeitados.

 

 

Escrito por:

 

Wagner  Morais

 

Especialista de Infraestrutura, MBA em  Segurança da Informação pela Estácio (São Paulo/SP) e formação em Ciências da Computação pela Universidade Santa Cecilia (Santos/SP).

Há mais de 14 anos na área de Tecnologia da Informação, possui entre outras qualificações, certificações da Microsoft, VMware e Linux.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*